Brand

Gota D'Água [A Seco]

2017 | janeiro

Com apenas dois atores em cena e outras canções em seu roteiro, adaptação de Rafael Gomes tem direção musical de Pedro Luís Em dezembro de 1975, Bibi Ferreira subia ao palco do Teatro Tereza Rachel (Rio de Janeiro) para estrear ‘Gota D’Água’, transposição da tragédia grega ‘Medeia’, de Eurípedes, para a realidade de um conjunto habitacional do subúrbio carioca. Com um arrojado texto em versos de Chico Buarque e Paulo Pontes e canções como ‘Basta um Dia’, o espetáculo marcou época e se tornou um clássico moderno do Teatro Brasileiro. Mais de quatro décadas depois, a história voltou à cena com uma adaptação absolutamente inédita do diretor Rafael Gomes. No palco, Laila Garin e Alejandro Claveaux são acompanhados de cinco músicos sob a direção musical de Pedro Luís.

- PREMIAÇÕES:

  • Prêmio Cenym
  1. Melhor Trilha Sonora Original ou Adaptada -  Pedro Luis
  2. Melhor Canção Original ou Adaptada -  Cálice, por Laila Garin (voz) e Pedro Luís (arranjos)
  • Prêmio Arte Qualidade Brasil
  1. Melhor atriz de espetáculo Musical – Laila Garin
  • Prêmio Musical Cast
  1. Melhor Musical Brasileiro
  2. Melhor Direção – Rafael Gomes
  3. Melhor Atriz – Laila Garin

DIAS EM CARTAZ: 1 ano

AUDIÊNCIA: 43.064 PESSOAS

CIDADES: Rio de Janeiro e São Paulo